Dor no cóccix ao sentar e levantar: causas e opções de tratamento

Dor no cóccix é um fenômeno que ocorre em apenas 1% dos casos de todos os problemas com a coluna vertebral.

A dor pode afetar negativamente o bem-estar de uma pessoa, causar desconforto e levar a uma diminuição da qualidade de vida.

Às vezes, esse sintoma pode desaparecer sozinho, mas em algumas situações é um sinal de que uma doença grave está ocorrendo. Por esta razão, em caso de dor na área do cóccix, é melhor não atrasar uma visita ao médico.

O que é o cóccix?

O cóccix é a parte terminal da coluna vertebral, que é anexada ao sacro usando uma articulação semi-deslizante. De fato, é um rudimento, já que nos animais é responsável pela mobilidade da cauda. No homem, o cóccix permanece, mas a cauda está faltando.

O cóccix consiste de várias vértebras caudais, que são um. A forma do cóccix repete a forma do sacro e forma a taça do corpo humano.

Apesar do fato de que, como tal, essa parte da coluna é considerada um rudimento, ela desempenha várias funções importantes. Os músculos, tendões e ligamentos que sustentam os órgãos internos estão ligados ao cóccix formando o assoalho pélvico. Além disso, enquanto está sentado, nem toda a carga é criada nos ossos isquiáticos - alguns deles caem no cóccix.

Coccigodinia - o que é isso?

A coccigodinia é a dor no cóccix, que ocorre em pessoas com mais de 40 anos de idade. Esse desvio é mais suscetível à fêmea. Para ocorrência característica da coccigodinia:

  • dor, com uma localização clara (a origem da dor está localizada acima da zona perianal, entre as nádegas ou na região anal);
  • desconforto ou dor ao tocar o cóccix;
  • problemas com defecação;
  • desconforto durante a relação sexual (principalmente em mulheres).

A dor torna-se mais intensa quando uma pessoa se levanta ou após uma longa sessão em uma superfície dura. Quando a dor nas costas inclinada no cóccix é significativamente reduzida.

Causas da dor no cóccix

O aparecimento de dor na zona sacrococcígea deve ser uma boa razão para procurar orientação de um terapeuta ou proctologista.

Dor no cóccix pode ser o resultado da dor desenvolvida em outras partes do corpo. Mas muitas vezes eles aparecem no fundo:

  • osteocondrose lombar rapidamente progressiva;
  • formação de cisto pilonidal;
  • ciática - uma condição patológica, acompanhada de compressão do nervo ciático;
  • formação de cicatrizes pós-operatórias nas costas;
  • hemorróidas;
  • patologias do ceco de várias etiologias;
  • Displasia TBS.

As dores irradiadas no cóccix podem ser causadas por protúsia do disco intervertebral, osteófitos ou hérnia de disco. O grupo de risco para o desenvolvimento de patologias do departamento sacrococcígeo inclui pessoas que trabalham em indústrias que exigem aumento da atividade física. As pessoas que não descansam bem a coluna após o trabalho físico também estão sujeitas a essas doenças.

No início, a dor só ocorre quando sentado ou se levantando. Na ausência de uma resposta oportuna a esse sintoma, ele se torna um companheiro constante e ocorre mesmo com pequenos esforços físicos.

Outras causas que podem causar dor no cóccix incluem:

  1. Danos mecânicos ao tecido ósseo do cóccix. Nesse caso, a lesão poderia ter ocorrido no passado distante, e o próprio homem havia esquecido por muito tempo. Nas mulheres, as lesões na zona sacrococcígea costumam estar associadas ao parto rápido ou ao feto grande. Não menos raras são as lesões da coluna que podem levar à dor no cóccix no futuro. Quedas, colisões, entorses ou subluxações - todos esses fatores também podem causar esse sintoma.
  2. A formação de cisto pilonidal. Sua formação ocorre quando uma ação coccígea específica é formada no folículo piloso das costas. Quando o cabelo cresce na pele, o processo inflamatório começa, o que subsequentemente provoca a formação da formação cística. Se não for tratada, existe a possibilidade de formação de uma fístula contendo exsudato purulento. Passagens epiteliais são detectadas, geralmente por acidente.
  3. Teratomas - tumores que se formam na zona coccígea. Muitas vezes, são neoplasias benignas e podem consistir em diferentes componentes - cabelos, unhas, tecidos moles, etc. Esses tumores são frequentemente detectados em crianças pequenas e os estudos de rastreamento são detectados mesmo no período de desenvolvimento intrauterino do feto. Esta doença é curada com sucesso com cirurgia. Se houver um alto risco de malignidade do tumor, o prognóstico para o paciente não é muito favorável.
  4. Excesso de peso. Este fator é um dos mais comuns quando se trata de doenças da coluna vertebral. Se nas mulheres o índice de massa corporal excede a marca de 27,5, e nos homens é de 29,5, então pode-se supor que esta é a razão da dor na área do cóccix. A principal tarefa do tratamento é livrar-se de quilos extras e fortalecer os músculos lombares.
  5. Dor idiopática. As causas da síndrome de dor, neste caso, não podem ser estabelecidas, e surgem de repente, praticamente em um “nível”. Essa anomalia é uma ocorrência freqüente na prática clínica. A dor é muito intensa e pode ocorrer tão repentinamente quanto começou. Nesta situação, a anestesia é realizada, após o qual os pacientes são prescritos um curso de fisioterapia.

A dor que ocorre em pé é muitas vezes o resultado de lesões. Após contusões, deslocamento de discos intervertebrais, fraturas ou doenças inflamatórias do cóccix podem causar problemas com a atividade física após uma sessão prolongada. Entre outros fatores que podem causar dor no cóccix, é possível observar constipação persistente, circulação sanguínea prejudicada nos vasos das costas, calcificação do tecido ósseo.

Se você sentir dor no cóccix depois de uma longa sessão, as razões podem ser cobertas em longos vôos ou travessias. Além disso, esta anomalia é frequentemente encontrada em pessoas envolvidas em equitação ou ciclismo.

A dor pode ocorrer no contexto do desenvolvimento de disbiose gástrica ou intestinal. Nas pessoas que passam muito tempo sentadas, o sangue começa a estagnar, o que acaba levando a uma violação da inervação do cóccix. Isso é o que causa a dor.

Diagnóstico

Para eliminar sensações desagradáveis, é importante esclarecer sua causa. Sem a ajuda de um especialista e uma série de medidas de diagnóstico, isso não é possível. Para este fim, conduza:

  • Exame de raio-x;
  • esfincterometria - procedimento durante o qual a força do esfíncter anal é avaliada;
  • testes clínicos de sangue e urina (eles são necessários para identificar os processos inflamatórios que ocorrem em adjacentes aos órgãos internos do cóccix);
  • retoscopia;
  • palpação do reto.

Para completar, o paciente precisará visitar o consultório de um traumatologista, urologista, neurologista e ginecologista.

Como tratar a dor no cóccix?

O tratamento da dor no cóccix é impossível sem descobrir as razões de sua ocorrência. As doenças inflamatórias requerem o uso de drogas antiinflamatórias, agentes bacterianos-antimicrobianos, processos tumorais - radioterapia, quimioterapia ou cirurgia.

Fraturas, luxações ou subluxações no cóccix exigem, para começar, uma observação cuidadosa. Seguindo a dinâmica do processo patológico, o médico poderá escolher as táticas de tratamento mais eficazes.

Existem certos componentes padrão do regime de tratamento para um diagnóstico de coccigodinia. Nesta situação, é aconselhável atribuir medicamentos dos grupos descritos abaixo.

Anti-inflamatórios não esteroides (AINEs)

Este grupo de drogas não só suprime o processo inflamatório - também tem um efeito analgésico. Com coccigodinia, é aconselhável injetar:

  • Piroxicam;
  • Naklofen;
  • Indometacina.

Você pode tomar NSAIDs e em forma de comprimidos. Neste caso, Diclofenaco, Flamidez, Ibuprofeno e seus análogos podem ser prescritos por um médico. No entanto, os comprimidos pré-formados não são destinados ao uso contínuo. Você pode tomá-los por no máximo 5 dias, caso contrário você pode provocar a formação de úlceras nos órgãos mucosos do trato gastrointestinal.

Laxantes

A inflamação do cóccix é frequentemente acompanhada por dificuldades durante as fezes. Esforço excessivo pode levar a conseqüências desagradáveis, até o desenvolvimento de varizes anais (hemorróidas), e também causar um aumento nos sintomas característicos da coccigodinia.

Para evitar isso, os medicamentos laxantes são prescritos pelos médicos: Dufalak, Pikolaks, Picosen, etc.

Analgésicos locais

Se os analgésicos forem ineficazes, o médico pode recorrer à injeção de anestésicos locais na área do cóccix. A manipulação praticamente não causa dor, além disso, é altamente eficaz. Em alguns casos, ataques de coccigodinia podem diminuir por um longo período de tempo.

Almofadas ortopédicas

Para aliviar a dor e prevenir a sua ocorrência no futuro, recomenda-se a utilização de almofadas ortopédicas especiais. Eles são vendidos em lojas especializadas e têm a forma de uma cunha ou donut.

Além do alívio da dor, tais produtos ortopédicos podem remover a carga extra do cóccix, que é criado quando sentado em uma superfície dura. Se o paciente foi diagnosticado com coccigodinia verdadeira, esta técnica terapêutica também é usada para fins profiláticos.

Fisioterapia

Tal método terapêutico é incluído no regime de tratamento somente após o alívio completo do processo inflamatório, e sua transferência para a fase de remissão estável. Os médicos dão particular preferência a:

  • darsonvalização;
  • o uso de ceras de parafina;
  • terapia magnética;
  • Tratamento com UV;
  • terapia com laser.

De particular importância, esses procedimentos são para pacientes que foram diagnosticados com uma forma crônica de coccigodinia, acompanhada de espasmos musculares. Isso retarda significativamente o processo de recuperação, e o uso de fisioterapia ajuda a eliminá-lo e a aliviar significativamente a condição do paciente.

Tratamento cirúrgico

Se nenhum método conservador ajudar a se livrar da patologia, o médico assistente poderá recorrer a um método radical de tratamento da coccigodinia - cirurgia. Mas, felizmente, a remoção do cóccix, ou coccotomia, é extremamente rara. Na maioria dos casos, a terapia medicamentosa e as visitas a uma sala de fisioterapia dão bons resultados.

Durante o período pós-operatório, há uma alta probabilidade de desenvolver complicações infecciosas. A partir disso, os cirurgiões tomam essas medidas no tratamento da coccigodinia apenas em situações críticas.

Como aliviar a dor em casa?

Para eliminar a dor no cóccix, é necessário, antes de tudo, reduzir o tempo gasto na posição sentada. Uma boa opção é usar travesseiros ortopédicos especiais. Se isso não ajudar, recorra a um curso de cinco dias sobre o uso de antiinflamatórios não-esteróides.

Com a inflamação do cóccix, o paciente deve fazer ajustes no cardápio para incluir produtos enriquecidos com fibras. Eles ajudarão a eliminar a constipação, reduzindo assim a pressão no cóccix.

Fisioterapia

O curso da fisioterapia é desenvolvido para cada paciente individualmente. Mas existem alguns exercícios que serão úteis para todos os pacientes, sem exceção.

  1. Deite de costas e endireite as pernas. Segure firmemente a bola com os pés e force as pernas por 5 segundos, alternando a tensão com o relaxamento muscular. O número de repetições - 8.
  2. Levanta a pélvis. Deite-se de costas, dobre as pernas nos joelhos, os pés firmemente pressionados contra o chão. Entre os joelhos, você pode segurar a bola, então levante a pélvis suavemente até atingir o ponto máximo de estresse. Depois disso, basta voltar ao PI sem problemas. Repita o exercício pelo menos 5 vezes.
  3. Inclina-se para frente em posição sentada ou em pé. Fazer este exercício regularmente ajudará a restaurar a flexibilidade da coluna e fortalecer os músculos da coluna vertebral.

As pessoas que levam um estilo de vida sedentário precisam se distrair do trabalho várias vezes ao dia e fazer um aquecimento. Este é um pré-requisito para se livrar de problemas nas costas.

Remédios populares

Para eliminar os sintomas da coccigodinia, não causados ​​por processos patológicos sérios, você pode usar os seguintes remédios populares.

  1. Misture meio copo de vodka com 2 colheres de sopa. l mel e a mesma quantidade de suco de rabanete. Tome o medicamento acabado 5 ml 2 vezes ao dia. Você pode usar a mistura para moer a parte doente da coluna.
  2. As flores de lavanda de folhas estreitas (1 parte) despeje o óleo vegetal (5 partes). Mergulhe a mistura em um local escuro por 1,5 meses, depois use para esfregar na zona do cóccix.
  3. Brotos de batata (pelo menos 2 cm de comprimento) lavados e secos. Depois disso, eles devem ser colocados em um recipiente de vidro e despeje 0,5 álcool médico. Coloque em um lugar escuro por 10 dias, envolvendo cuidadosamente o pescoço com polietileno ou filme plástico. Remédio pronto para esfregar o cóccix.

Quando coccygodynia, você pode usar as receitas populares usadas em outras patologias da coluna vertebral - radiculite, espondilose, hérnia MTD, etc.

Quando preciso de um médico?

A assistência médica imediata para dor no cóccix é necessária se o paciente se queixar de:

  • dormência das pernas ou parte inferior das costas, acompanhada de perda parcial ou total de sua sensibilidade;
  • a formação de hematomas extensos ou feridas abertas;
  • distúrbios de coordenação;
  • alterações na marcha e movimentos corporais;
  • sensação de formigamento nas pernas e zona coccígea.

Além disso, a consulta de um médico é mostrada no caso de:

  • dor persistente no cóccix, que dura mais de 2 semanas;
  • a ineficácia da terapia domiciliar;
  • deterioração do estado geral, acompanhada de febre e pressão arterial.

Um médico também deve ser consultado para sentir dor no cóccix, que se retira temporariamente e depois reage novamente.

Prevenção

Para prevenir a ocorrência de dor no cóccix, você deve:

  • realizar regularmente exercícios para fortalecer os músculos e a coluna;
  • evitar esforço físico excessivo;
  • gastar o menor tempo possível em uma posição;
  • não permitir hipotermia da cintura;
  • coma direito e moderadamente;
  • repor regularmente o equilíbrio vitamínico do corpo;
  • de vez em quando para assistir a uma massagem ou fisioterapia;
  • tempo para tratar doenças inflamatórias da coluna vertebral.

É importante fazer regularmente exames profiláticos por um ginecologista, proctologista, neuropatologista e osteopata.

Previsão

A manifestação da dor depende das razões que causaram seu desenvolvimento. Com uma abordagem competente e profissional para a questão da terapia, até mesmo o câncer pode ter prognósticos favoráveis.

Sem tratamento adequado, a dor do agudo pode entrar na fase crônica. Então, será muito mais difícil se livrar dela, além de reduzir significativamente a qualidade de vida do paciente. Apenas um diagnóstico devidamente diagnosticado possibilita a realização de terapia adequada e evitar complicações da coccigodinia, seja ela qual for.

Deixe O Seu Comentário