Sinovite da articulação do joelho - o que é e como tratar?

Sinovite - uma lesão inflamatória da membrana sinovial da articulação, na qual há um acúmulo de líquido sinovial no saco articular.

A doença pode ser reconhecida pela deformidade do joelho afetado, que ocorre devido ao acúmulo de líquido sinovial e ao alisamento do contorno do joelho. Ao contrário da hemartrose, em que não é líquido sinovial que se acumula na articulação, mas sangue, o aumento da área doente é fixado insignificante. É as dimensões do joelho, neste caso, são uma espécie de diagnóstico diferencial.

No entanto, o diagnóstico só pode ser esclarecido usando a análise do fluido articular. Suas propriedades químicas e físicas são avaliadas, o que ajuda a identificar a presença do processo patológico com a maior precisão possível.

O que é isso?

Sinovite da articulação do joelho - uma doença na qual o processo inflamatório se desenvolve na membrana articular interna. Neste contexto, o líquido periarticular (sinovial) gradualmente começa a se acumular no saco articular. Na maioria das vezes a doença ocorre após sofrer lesões, mas também pode ser o resultado da osteoartrite da articulação do joelho.

Em pacientes da idade jovem, synovitis traumático mais muitas vezes se diagnostica, e em pessoas mais velhas - sinovite que resulta de osteoarthritis. O curso do processo patológico pode ser tanto agudo quanto crônico.

Sinovit é predominantemente de natureza secundária, isto é, não se desenvolve como doença independente, mas como complicação de outros processos. No entanto, não é inofensivo. A sinovite não infecciosa aguda ou crônica infecciosa pode agravar o curso da doença subjacente, provocar a formação de vilosidades hipertrofiadas, locais escleróticos, cicatrizes, espessamento, etc.

Tais alterações intra-articulares podem ter um efeito negativo em outras estruturas que formam a articulação.

Classificação

A gradação da doença depende da causa do seu desenvolvimento. Segundo este critério, a sinovite é:

  1. Primária Desenvolve-se no contexto de uma certa doença articular - artrite, artrose, etc.
  2. Secundário, cuja ocorrência é uma reação específica a uma patologia específica. A causa raiz de tal sinovite pode ser uma alergia, uma doença infecciosa, entorse ou outro dano aos ligamentos, meniscos. Para se livrar de desvios articulares, basta eliminar a doença que a provocou.
  3. Pós-traumático. Este é o tipo mais comum de sinovite da articulação do joelho. Pode ocorrer no fundo de uma contusão ou outro dano à patela. Como resultado da lesão, a produção de líquido sinovial é ativada, que gradualmente se acumula no saco articular.

O método de tratamento do processo inflamatório depende de qual grupo ele pertence. Existem 3 deles:

  1. Asséptica. Este tipo de sinovite não é causado pela atividade de microorganismos patogênicos ou vírus, mas por processos auto-imunes, endócrinos, reumáticos e outros distúrbios semelhantes.
  2. Infeccioso. Este grupo de sinovite é devido a uma infecção viral, fúngica ou bacteriana. Muitas vezes o provocador desta patologia torna-se um bacilo intestinal ou tubercle, pneumococcus, brucella.
  3. Alérgico A doença se manifesta após o contato com um alérgeno específico.

A determinação exata da afiliação da patologia a um dos grupos descritos acima em cada caso individual permite ao médico atribuir correta e corretamente a terapia.

Sintomas

Uma sinovite do joelho pode ocorrer tanto na forma aguda quanto crônica, recorrente. A sintomatologia em cada um desses casos tem algumas diferenças que você precisa conhecer.

Sintomas de sinovite aguda

Tal inflamação se desenvolve dentro de algumas horas ou dias. Em primeiro lugar, o inchaço da união observa-se, então - a sua deflexão. A causa da sinovite aguda é o acúmulo de líquido sinovial na cavidade articular. E quanto mais, mais pronunciado é o inchaço.

Com esta doença, a articulação é moderadamente aumentada, e é por esse sintoma que ela pode ser distinguida da hemartrose. Quando o sangue se acumula na cavidade articular, a articulação aumenta várias vezes, e esse processo leva de alguns minutos a várias horas.

O segundo sintoma da sinovite aguda é uma restrição da mobilidade da articulação dolorida. Aparece no fundo do edema ou dor severa.

Com síndrome de dor sinovite moderada é expressa ligeiramente. Além disso, em muitos casos, é percebido como desconforto na articulação do joelho e não como dor completa. A natureza da intensidade da dor - fraca ou média. A cor da pele do joelho afetado permanece normal.

A sinovite pode ocorrer na forma purulenta. Neste caso, os pacientes irão reclamar de:

  • dor severa - pulsante ou arqueada - na área do joelho afetado;
  • sinais de intoxicação (fraqueza, hipertermia, náusea, músculo e dor de cabeça);
  • inchaço da articulação doente e restrição da sua mobilidade;
  • vermelhidão da pele na área afetada, a aquisição de uma tonalidade brilhante ou azulada;
  • sensação de calor na área da articulação danificada.

Muitas vezes, apenas uma articulação é afetada com sinovite. A doença inflamatória bilateral é extremamente rara.

Sintomas de sinovite crônica

A forma crônica da doença é rara e acompanhada por um quadro clínico nebuloso. No início do processo patológico, os pacientes se queixam de fraqueza geral, desconforto no joelho, fadiga ao caminhar, uma ligeira restrição de movimento. Periodicamente, há dor dolorosa.

Na sinovite crônica, o derrame começa a se acumular na cavidade articular. O curso prolongado de tal processo leva a alterações degenerativas secundárias na articulação. Assim, as entorses podem se desenvolver, a instabilidade se desenvolve, entorses ou subluxações articulares se formam.

A presença de efusão causa o desenvolvimento de processos escleróticos e hipertróficos na membrana sinovial. Neste contexto, perde a capacidade de absorver o segredo, o que só agrava o fluxo de sinovite. Como resultado, formas incomuns de patologia podem se desenvolver - por exemplo, sinovite vilosa, que só pode ser tratada cirurgicamente.

Diagnóstico

Além de examinar as queixas e o exame físico, o médico deve prescrever um número de procedimentos diagnósticos ao paciente. Esta é a única maneira de fazer um diagnóstico correto e determinar a causa exata da doença.

Para confirmar ou refutar a presença de sinovite, o paciente deve passar por:

  1. Punção. Este é um procedimento durante o qual o técnico de laboratório leva uma pequena quantidade de efusão acumulada na cavidade articular com a ajuda de uma agulha fina especial. Quando as bactérias são detectadas em um líquido, elas falam de uma etiologia bacteriana da doença. Se na amostra de efusão foram encontradas células rógicas (células sanguíneas com fator reumatóide presentes nelas), então estamos falando de sinovite reumatóide.
  2. Raio-X Com sinovite na radiografia, há um escurecimento na área da articulação afetada.
  3. Ultra-som e ressonância magnética. Esses métodos de diagnóstico instrumental são mais informativos do que o WG. Como resultado, o médico pode notar um espessamento da membrana articular e ver o acúmulo de líquido na articulação.

Complicações

O risco de desenvolver complicações da sinovite depende da causa do seu desenvolvimento, da intensidade da manifestação e da oportunidade do diagnóstico. A terapia adequadamente prescrita e a conformidade do paciente com todas as recomendações médicas reduzem significativamente a probabilidade de efeitos adversos.

Diferentes tipos de sinovite podem levar a várias complicações. Normalmente, a forma serosa ou alérgica da patologia tem um resultado favorável, o que não é o caso do tipo purulento da doença. É perigoso não apenas uma violação do funcionamento do joelho, mas também o desenvolvimento de sépsis e um estado de choque.

A sinovite crônica leva à artrose secundária, instabilidade crônica da articulação afetada, luxações e subluxações. Como o risco de tais complicações, neste caso, é alto, o tratamento da doença deve ser levado tão a sério quanto possível. Mas o uso independente de qualquer droga é inaceitável, pois pode agravar significativamente a situação.

Como tratar a sinovite?

Sempre que possível, a sinovite é tratada de maneira conservadora. Nesse caso, uma abordagem integrada é importante e a completa rejeição do paciente ao autotratamento.

Assim, a terapia para esta doença é baseada em:

  • punção condutiva;
  • imobilização da articulação afetada;
  • o uso de medicamentos;
  • sessões de fisioterapia;
  • usando receitas da medicina tradicional.

Com a ineficácia do tratamento conservador, os médicos recorrem à cirurgia.

Punção articular

A punção é um método diagnóstico e terapêutico, porque ajuda a determinar o tipo de sinovite e a descobrir sua causa. Além disso, durante essa manipulação, é possível "bombear" o fluido acumulado, melhorando significativamente a condição da articulação afetada.

Uma seringa com uma agulha especial é usada para punção. Após perfurar e bombear o derrame, uma solução antibacteriana é injetada na cavidade articular. Como regra, tal procedimento não requer anestesia adicional.

Imobilização

Imobilização - imobilização - da articulação danificada desempenha um papel importante no tratamento da sinovite. Mas isso não significa que, durante todo o curso da terapia, o paciente deva abandonar qualquer atividade física. Para reduzir a carga na articulação, basta usar uma órtese especial ou atadura de compressão.

Em casos excepcionais, gesso ou pneu podem ser aplicados. O prazo máximo de imobilização da articulação é de 1 semana.

Tratamento medicamentoso

A farmacoterapia tem vários objetivos:

  • alívio do processo inflamatório;
  • prevenção de complicações da sinovite;
  • reduzindo a frequência de repetição de patologia.

Quando sinovite da articulação do joelho é atribuída:

  1. AINEs Drogas neste grupo eliminam a inflamação e a dor. Geralmente prescrito sob a forma de géis e pomadas. As melhores opções são medicamentos com diclofenaco, ibuprofeno, indometacina. Eles podem e devem ser combinados com comprimidos e AINEs injetáveis.
  2. Inibidores de enzimas proteolíticas: Trasilol, Gordox. São eficazes na sinovite prolongada e na sua forma crônica.
  3. Corticosteróides Os medicamentos hormonais são prescritos para lesões patológicas negligenciadas ou graves da articulação do joelho. Neste caso, use Dexametasona ou Kenalog-40 por injeção intra-articular.
  4. Antibióticos Eles são prescritos para sinovite bacteriana da articulação do joelho. Em paralelo com agentes antimicrobianos, probióticos devem ser tomados para manter a microflora intestinal saudável.
  5. ATP, complexos vitamínicos, ácido nicotínico ajudam a estimular a microcirculação do líquido sinovial.

Fisioterapia

Por cerca de 3 dias após o início do tratamento, quando a inflamação diminui um pouco, as sessões de fisioterapia podem ser dadas ao paciente. Os procedimentos a seguir ajudam na sinovite:

  1. SMT (correntes moduladas sinusoidais). Essa terapia pode ser prescrita no início do tratamento se houver dor intensa. As correntes CM bloqueiam a sensibilidade dos receptores da dor, aumentam a circulação sanguínea e iniciam o processo de regeneração dos tecidos. A terapia de calor pode ser aplicada apenas no primeiro estágio inicial da doença.
  2. Magnetoterapia. Este procedimento é baseado no impacto na área afetada de pulsos eletromagnéticos de baixa frequência. Manipulação é atribuída principalmente a pacientes idosos, bem como pacientes com sinovite crônica. O MT contribui para o restabelecimento da mobilidade das articulações, a eliminação da dor, a regeneração dos tecidos.
  3. Eletroforese Este é o método mais eficaz para esta doença. Usando pulsos elétricos de uma certa força, o medicamento é entregue diretamente aos tecidos da articulação danificada. Devido a isso, o inchaço é eliminado, a inflamação desaparece, a dor é aliviada, os processos regenerativos são iniciados.

Remédios populares

Você pode suplementar a terapia principal com medicina alternativa:

  1. Gelo, feito com base em água salgada. Em 1 litro de água dissolver 4 colheres de sopa. l sal, despeje o líquido em formas de gelo e congelar. Aplique cubos de gelo prontos na área dolorida e segure até completar o derretimento. Após o procedimento, a perna deve ser enrolada com um lenço quente por 3 a 4 horas.
  2. Caldo com base em folha de louro. 10 folhas despeje 1,5 xícaras de água, deixe ferver por 5 minutos, insista 3 horas e coe. Tome à noite durante 3 dias, depois tome uma semana de intervalo e beba mais 3 dias. Um segundo curso de terapia pode ser realizado em um ano. Todo caldo precisa ser bebido por 1 vez, preparando diariamente uma nova porção.
  3. Pomada de confrei. Um copo de raiz de confrei esmagada misturado com a mesma quantidade de banha. Mergulhe em um local escuro e fresco por uma semana, depois aplique-o para esfregar a área afetada. Com base na raiz de confrei é preparado e líquido para esfregar. Para fazer isso, 150 g de matérias-primas precisam despejar 500 ml de vodka e insistem que a droga em um local escuro por 2 semanas.

Os remédios populares não são um método independente de terapia para sinovite, mas são excelentes como tratamento auxiliar.

Tratamento cirúrgico

Às vezes, o tratamento conservador da sinovite é ineficaz. Neste caso, é realizada artroscopia - procedimento cirúrgico minimamente invasivo que permite estudar os tecidos articulares e confirmar ou negar o diagnóstico. Se necessário, o tecido sinovial é levado para nova biópsia.

A artroscopia também pode ser usada para fins terapêuticos. O procedimento permite o tratamento da parte interna da cavidade articular com os medicamentos necessários. Devido a isso, é possível reduzir o inchaço, o que torna possível continuar a realizar a terapia da maneira habitual.

A sinovectomia - total ou parcial - é realizada com sinovite crônica, freqüentemente recorrente. Durante a operação, os tecidos sinoviais doentes são removidos, seguidos de um ciclo de antibioticoterapia. Paralelamente, são prescritos analgésicos e sessões de fisioterapia.

É importante garantir a imobilização da articulação por 7 dias. Mas o paciente pode se levantar e andar a partir de 2 dias após a cirurgia.

Artroscopia do joelho

Prevenção

Para prevenir o desenvolvimento de sinovite e a ocorrência de complicações, é necessário:

  • coma racional e completamente;
  • não evitar esforço físico (mas devem ser moderados, viáveis);
  • manter o peso corporal normal;
  • desistir de maus hábitos;
  • procure ajuda médica em tempo hábil após qualquer lesão anterior nas articulações;
  • desinfetar as feridas no tempo, especialmente aquelas que estão próximas das articulações;
  • É necessário tratar amigdalite, sinusite, cáries e outras doenças otorrinolaringológicas e dentárias;
  • rastreamento de patologias infecciosas perigosas, como tuberculose pulmonar (FG), sífilis (reação de Wasserman), gonorréia (consulta de venereologista), etc .;
  • acompanhar de perto o curso de anomalias congênitas (por exemplo, hemofilia);
  • evitar alergias.

Previsão

Com o início oportuno do tratamento e um ligeiro curso de sinovite, os prognósticos de recuperação completa são favoráveis. Mas com sua forma purulenta, o risco de contraturas e, às vezes, de sépsis aumenta.

É por essa razão que é categoricamente inaceitável permitir o desenvolvimento da doença para um estado limítrofe. Quando os primeiros sintomas perturbadores aparecerem, você deve consultar imediatamente um cirurgião ortopédico, um reumatologista ou um traumatologista.

Deixe O Seu Comentário